Jeshua – “Um momento de celebração”

Queridos amigos,

Eu estou no meio de vocês; eu sou Jeshua. Eu amo estar com vocês; sintam a minha presença nesta sala. Sou igual, seu amigo e irmão.

Gostaria de dizer que este é um momento de celebração. Sei que muitos de vocês ainda têm dúvidas e medos sobre as escolhas que devem fazer na vida. Mas a consciência de Cristo está despertando em todos os seus corações como uma chama. Ainda é muito tenra e não estável, mas está lá; está despertando. Quando estamos juntos, como estamos agora, quando nos reconhecemos de coração, de alma, isso nos permite acender uma chama dentro de nós.

Por favor, sinta-me em seu coração. Eu era muito humano como vocês, então não me vejam como um mestre elevado acima de vocês. Quero compartilhar com vocês sua alegria e risos, bem como sua dor e solidão; Eu quero estar com vocês durante tudo isso. Sintam o abraço da esperança. Vocês podem estar em casa aqui; agora podem relaxar. Vocês se saíram muito bem; vocês têm sido muito corajosos.

Vocês estão percorrendo um caminho difícil em sua vida na Terra, e vou lhes contar um pouco mais sobre esse caminho. Vocês pertencem a uma família de almas que chamarei de trabalhadores da luz, e já viveram na Terra inúmeras vezes. Sua alma evoluiu por muitos e muitos séculos, mas em um certo ponto, uma profunda mudança ocorreu em seu coração e em sua alma. É difícil resumir essa mudança em poucas palavras, mas tentarei da maneira a seguir.

Ao iniciar sua jornada como uma alma individual, vocês começam a explorar o universo e a experimentar a vida, não apenas na Terra, mas em vários lugares do universo, que é infinito. Mas vocês também se sentem separados de Casa, da Unidade original da qual faziam parte, portanto, nascer como uma alma individual traz consigo uma dor de nascimento.

Nos estágios iniciais de sua jornada como alma, vocês tentam curar a dor da separação olhando para fora de si mesmos. Seu ego tenta ganhar poder para se sentir bem e em Casa; para reunir poder e governar sobre os outros a fim de ter um senso de controle, o que lhes dá uma paz temporária. Mas, à medida que avançam e evoluem, descobrem que não há maneiras externas de aliviar a dor da separação. Quando vocês percebem isso profunda e verdadeiramente, é quando vocês começam sua jornada espiritual.

Mesmo que ainda não tenham as respostas, vocês percebem que as respostas estão dentro de vocês e não fora, e é aí que vocês se tornam um trabalhador da luz. Vocês começam a abandonar o ego e a se abrir para a consciência do coração, embora por um longo tempo vocês fiquem meio presos no meio do caminho. Vocês querem abandonar a consciência baseada no ego, mas ainda não podem confiar verdadeiramente na consciência baseada no coração.

O que está acontecendo agora com muitos trabalhadores da luz na Terra é que eles nasceram com um desejo genuíno e profundo de atingir a consciência baseada no coração nesta vida. Mas a sociedade, como existe atualmente na Terra, ainda não deu o salto para a consciência baseada no coração.

Quando você está crescendo como uma criança, você é bombardeado com informações sobre o que uma “vida boa” deve ser. Você é ensinado a se encaixar na sociedade e a atingir os ideais que a sociedade oferece a você. Durante sua infância, você recebeu da sociedade muitas imagens e retratos sobre como é ser um bom e bem-sucedido ser humano. Mas, como trabalhador da luz, você não se encaixa nesses ideais ou requisitos; eles não ressoam com sua alma. Você se sente diferente e sente que não consegue se ajustar ao que a sociedade lhe diz.

Quando você não se reconhece nas pessoas ao seu redor, começa a se sentir solitário e até desesperado. Você começa a duvidar de si mesmo e a ter julgamentos negativos sobre quem você é, e fazer isso é prejudicial a você. A coisa trágica, e o paradoxo, é que você deve se sentir diferente na Terra, que você não deve se encaixar. Você pode sentir que cumpre a missão da sua alma sendo diferente, que traz uma nova consciência para a Terra ?

O que está acontecendo agora na Terra em uma escala global é que o domínio da consciência baseada no ego está destruindo a natureza e a Terra. A consciência baseada no ego é dirigida por uma necessidade de controle e, portanto, não pode ter harmonia completa com a natureza e outros seres. O ego está sempre ansiando por controle; é como um grande buraco que deve ser preenchido constantemente, por isso anseia por amor de fora, por reconhecimento, por sucesso.

Não estou aqui para julgar este tipo de consciência, porque é uma parte da evolução da alma, mas estou aqui para dizer que agora vocês estão além disso. Vocês não precisam ouvir as regras e os padrões da sociedade que ainda se baseiam na consciência do ego. Portanto, estou lhes dizendo para terem autoestima e para realmente valorizarem a si mesmos. Eu gostaria que vocês se levantassem e se orgulhassem de si mesmos. Vocês são os professores, os portadores da luz neste mundo.

Sintam meu apelo a vocês. O que estou pedindo a vocês é nada menos do que ser vocês mesmos – ser diferente. Compartilhem suas opiniões, suas idéias originais, sua intuição com o mundo. Não tenham medo da rejeição e não busquem reconhecimento fora de vocês. Sintam sua força interior; estejam cientes disso. Isso é o que é necessário agora no mundo.

Há um paradoxo aqui. Quando peço que você se orgulhe de si mesmo, não me refiro ao orgulho do tipo ego. O que estou pedindo a vocês é que se abram para o verdadeiro poder e brilho de seus corações. A maior armadilha agora para os Trabalhadores da Luz na Terra é uma profunda falta de auto-estima. Freqüentemente, eles se sentem solitários e abandonados pela sociedade, e sua criança interior precisa de amor e proteção. É por isso que muitas vezes enfatizo a importância de abraçar sua criança interior, porque essa é a parte mais vulnerável e inclinada a buscar soluções externas. Portanto, abracem sua criança interior; estejam cientes de sua beleza, da vibração de amor e compaixão que carregam em seus corações.

Enquanto nos sentamos aqui, sintam por um momento a vibração que está presente nesta sala; a vibração de suas almas. Sintam a luz e a sabedoria acumuladas ao longo de tantas existências. Esta luz que agora está presente é sua, não é minha; Estou aqui para lembrá-los disso. E estou aqui para lhes dizer que não há problema em ser diferente; vocês foram feitos para serem diferentes; vocês são mensageiros de outra dimensão.

Vocês devem ir além da consciência do ego. Claro, vocês ainda têm que lidar com o medo e as dúvidas dentro de vocês, mas vocês têm a compreensão e a compaixão em seus corações para se verem com olhos receptivos. Sejam gentis e gentis com vocês mesmos, porque vocês estão muito acostumados a se julgarem, a se “baterem”.

Eu gostaria de terminar com um pouco de exercício. Imagine que você está segurando uma tocha em sua mão direita e não a está mais escondendo. Veja-se em seu ambiente cotidiano segurando aquela tocha visivelmente à sua frente. Agora veja se há algo em sua vida que deseja mudar, que mudaria se você erguesse sua luz desta forma. É algo em seu relacionamento ou talvez em seu ambiente de trabalho? Deixe a tocha de luz, que é sua, guiá-lo.

Nunca se envergonhe desta luz e veja-a como ela realmente é. Esta é a sua luz, então o que ela diz a você? Sinta sua pureza. É uma luz eterna; é a luz da sua alma. Sua alma quer voltar para casa; quer abandonar a separação. Depois de muitas, muitas viagens no universo, ela deseja retornar ao centro da Unidade. Ela deseja experimentar a alegria e a inspiração que pertencem a este estado de Unidade.

Comecei esta mensagem dizendo que agora há motivo para comemoração. Essa razão é porque agora há muitas pessoas na Terra, muitos trabalhadores da luz que têm o mesmo anseio pela Unidade, pelo Lar, que as coisas estão realmente começando a mudar. O propósito da sua vida é trazer o Lar para a Terra. Quando você atinge o estado de Unidade, de entrega à consciência do coração em sua vida na Terra, então você alcançou seu objetivo. Quando você é capaz de manter essa consciência em um ambiente que ainda está em transição do ego para o coração, então você é o professor que deveria ser, então sejam os professores que são.

Eu os amo profundamente e estou sempre com vocês como irmão e amigo.

Obrigado.

Canal: Pamela Kribbe
Fonte: http://www.jeshua.net/por/
Tradução: Sementes Das Estrelas / Flávia Grimaldi

Repost: http://www.sementesdasestrelas.com.br

Deixe uma resposta