Cigana Esmeralda Encantada

O que cai da carroça de um(a) cigano(a), não lhe pertence mais.

Por que carrega tanta bagagem em sua carroça?

Por que continua parando a sua viagem para pegar aquilo que está caindo dela?

Saiba que o que cai da carroça de um cigano, não lhe pertence mais.

É a vida mostrando que aquilo já cumpriu o seu papel em nossas vidas e devemos abandona-la permitindo que a jornada seja mais leve e abrindo espaço para que coisas melhores e maiores possam acontecer em nossas vidas.

A vida é apenas um instante, um abrir e fechar de olhos.

Tudo é transitório e devemos vive-la sem apegos da melhor maneira possível.

Nada e ninguém permanece para sempre em nossas vidas.

Tudo passa, nada é eterno e tudo tem o seu tempo para existir e quando aquilo cumpre o seu papel devemos deixa-las ir.

Tire esse peso de seu coração, não sofra mais pelas circunstâncias da vida.

Você não é mais o seu passado, ele apenas existiu para que pudesse ser quem você é hoje.

Guarde apenas as lembranças e os ensinamentos aprendidos com o seu passado, mas toda a dor, sofrimento, pesares devem permanecer onde estão – no seu passado.

Tudo o que cai da carroça de um cigano, não lhe pertence mais.

Não alimente o seu sofrimento.

Não alimente as lembranças ruins que não fazem bem e aprisionam a sua alma.

Tudo o que cai da carroça de um cigano, não lhe pertence mais.

Deixe o que passou para trás e viva o seu agora com amor e alegria.

Tudo já cumpriu o seu papel e hoje você tem a oportunidade de viver algo novo.

Um novo dia surge, uma nova oportunidade de ser melhor do que ontem e construir o seu presente com as dádivas divinas que chegam até você a todo instante.

Abra-se para o novo, para as boas oportunidades que surgirem em sua vida.

Abra o seu coração para viver o seu momento presente com amor e alegria e a vida o recompensará com o melhor segundo o seu próprio merecimento.

O que permanece na carroça do cigano, é o que precisa para ser feliz.

Siga em frente em sua jornada.

Texto da Cigana Esmeralda Encantada

Deixe uma resposta